Ambiente de trabalho: projetos com foco no fator produtividade!

Ambiente de trabalho: projetos com foco no fator produtividade!

projetos de ambiente de trabalho

O ambiente de trabalho não deve se apresentar como um espaço caótico, onde ficam amontoados móveis, estantes com pastas, arquivos, computadores, impressoras e outros itens. Ele pode ser muito mais proveitoso e eficiente se for bem planejado, fomentando, inclusive, a produtividade dos profissionais que ocupam aquele espaço laboral.

Tudo pode estar bem-disposto, atendendo a princípios ergonômicos, e de preferência com uma boa iluminação. Buscando mais conforto e organização, é possível desenvolver melhor as funções designadas a todos os profissionais do setor ou empreendimento. Por isso, o designer de interiores precisa levar esses fatores em consideração em seus projetos.

Acompanhe a leitura para saber mais sobre o assunto e vislumbrar algumas ótimas dicas para a criação de projetos com foco na produtividade!

O design do ambiente de trabalho é essencial para a produtividade

Em primeiro lugar, devemos compreender que é muito mais satisfatório trabalhar em um ambiente bem planejado e organizado. Com espaço suficiente para locomoção e acomodação dos móveis e todos os demais itens necessários para o trabalho.

Um espaço caótico pode despertar fadiga e estresse, bem como tirar o foco dos colaboradores de uma empresa. A atenção com a ergonomia viabiliza a produção e diminui os acidentes de trabalho.

A viabilização da produção

Muito além da beleza, pensar em ergonomia é evitar o aparecimento de doenças provenientes da má acomodação das pessoas. Por exemplo, uma pessoa que trabalha, por muitas horas, sentada em uma cadeira ou à frente do computador precisa de assento e mesa que tragam não somente o conforto, mas que evitem lesões.

Dores e desconfortos atrapalham o rendimento de qualquer um. Pensar em evitá-los é focar na qualidade de vida.

A diminuição dos acidentes de trabalho

Sim, é verdade: o número de acidentes de trabalho em um espaço totalmente adequado aos profissionais e suas funções tende a diminuir.

Se as pessoas trabalham em melhores condições e, ainda, mais protegidas, a produtividade da corporação tende a crescer. Um equilíbrio bastante satisfatório para os dois lados.

Dicas para a criação de projetos com o foco na produtividade

Um bom profissional em design de interiores pode partir de ideias práticas para a criação de seus projetos, focando no maior rendimento da empresa que atende. Selecionamos algumas dicas que podem orientar você nesse processo, continue a leitura abaixo:

Pense sobre a iluminação

A luminosidade pode parecer somente um detalhe, mas é muito importante no ambiente de trabalho. Trabalhar em uma sala escura dificulta a visibilidade, e ainda força a vista de quem precisa encarar a tela do computador por muitas horas. Por outro lado, uma sala clara demais também dificulta a leitura no computador, de modo a gerar vista cansada. É preciso buscar o equilíbrio a fim de que a produtividade diária não seja prejudicada.

Um profissional pode indicar cortinas adequadas para o maior conforto dos trabalhadores do ambiente, de acordo com a disposição das janelas. O projeto também englobar o melhor jogo de luzes para as estações de trabalho e o conjunto de ambientes.

Conheça bem a empresa e os funcionários

Conhecimento é poder, certo? Se você se dedicar a conhecer melhor não somente os espaços da empresa, mas também as pessoas que trabalham nela, certamente o projeto vai atendê-las da melhor forma possível.

Procure conversar com as pessoas. Identifique adequadamente os incômodos, os problemas, os desejos de quem trabalha no local. A partir daí, elabore as melhores soluções.

Aproveite para observar as posturas e formas como os funcionários sentam-se para trabalhar. Pense sobre o que pode interferir na produtividade, de preferência dê bastante atenção às cadeiras. Escute-os a respeito delas.

Valorize a personalização dos espaços

De posse das informações acerca dos funcionários e demais pessoas que integram a equipe da organização, é possível desenvolver projetos voltados para a personalização. Ou seja, visando atender às necessidades daquele público.

Buscar a satisfação por meio dos detalhes fará com que os colaboradores se sintam muito mais confortáveis no ambiente. Isso tem larga influência positiva no seu rendimento.

Focar no que agrada é um dos passos relevantes para a fidelização e também para a captação de clientes. Nada melhor para estreitar um relacionamento do que superar as expectativas de quem vai comprar com você. E você terá melhores resultados com uma equipe que trabalha com mais satisfação.

Siga as normas de acústica

A exposição constante aos barulhos pode desencadear em diversos pontos negativos, como o estresse, irritação, a falta de concentração e até dores de cabeça. Muitas vezes, tais desordens ou ruídos não precisam ser necessariamente altos para gerar incômodos fortes. A recorrência e a repetição já podem criar um ambiente quase que insuportável de lidar.

Uma acústica ruim no ambiente pode amplificar as vozes, tornando a permanência no espaço um tormento ao longo do dia. Para aqueles que precisam de silêncio, é válido decompor os espaços no escritório e dispor de áreas mais silenciosas de isolamento, que ajudam a manter a disciplina e a tranquilidade.

Pense também em melhores formas de amenizar o barulho externo. Desenvolva projetos com isolamento acústico ou mesmo com soluções para vedar janelas e portas.

Proporcione espaços para a diversão

Um breve momento de descontração entre os funcionários pode deixá-los mais relaxados, integrados e prontos para produzir melhor. Portanto, viabilize esses espaços.

Se existe uma sala ociosa, por que não transformá-la em um espaço de convivência? Uma sala de reunião, por exemplo, pode ter mais de uma função quando os encontros não estiverem acontecendo.

O contato com a natureza também é incrível para o relaxamento. Um ambiente conectado com fatores naturais é mais humano. Invista em planta em locais estratégicos do ambiente. E, se possível, por que não criar um jardim?

Pense sobre as cores das paredes

As cores são responsáveis por despertar sensações nas pessoas. Uma parede colorida pode influenciar nesse quesito. Se o departamento demanda dos colaboradores níveis maiores de concentração e tranquilidade, as cores frias como o azul, por exemplo, são as mais indicadas.

Para espaços de criação, como os setores de comunicação, as cores quentes fazem um melhor trabalho. Por exemplo, tons de laranja e amarelo. Vale a pena uma pesquisa sobre a psicologia das cores antes de desenvolver o projeto.

A produtividade de funcionários, muitas vezes, não depende de um fator isolado, mas é válido observar todo o contexto, buscando um conjunto de soluções que envolvam várias ações em paralelo. Seguindo todas as dicas na elaboração do seu projeto, você certamente fará a diferença no desempenho dos profissionais em seu ambiente de trabalho. Mãos à obra!

Gostou desse post? Quer continuar acompanhando outras dicas como essa? Então, siga a Promob em nossas redes sociais e fique sempre por dentro de tudo que for novo: Facebook, Instagram, Youtube, Twitter e Linkedin.

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

tela-de-projeto-renderizado-no-promob-plus
Designers e Arquitetos

Promob Eleva o Padrão na Expo Revestir 2024 com suas Inovadoras Soluções de Software para o Setor Moveleiro

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas
Marcenaria, Designers e Arquitetos

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas

Dicas essenciais para otimizar espaços em apartamentos pequenos: ressignifique as paredes, integre ambientes, aposte em portas de correr e móveis sob medida e multiúso. Transforme seu lar compacto em um ambiente aconchegante e funcional!
Designers e Arquitetos

5 dicas para otimizar o espaço em apartamentos pequenos

plugins premium WordPress

Inscreva-se

Acompanhe artigos, dicas e tutoriais sobre o mercado moveleiro.