CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

O dia a dia de uma marcenaria envolve inúmeros processos, alguns repetitivos e complexos. Vale a pena, então, investir em equipamentos que facilitem essas atividades e as tornem mais rápidas, melhorando o desempenho e a qualidade, com o intuito de ajudar o negócio a evoluir.

É nesse contexto que entra o método CNC, muito utilizado em diversos tipos de indústrias. Acompanhe e descubra como as máquinas com essa tecnologia podem beneficiar as marcenarias.

O que é o CNC?

CNC significa Controle Numérico Computadorizado. Quando falamos da sua utilidade para a marcenaria, estamos evidenciando o uso de máquinas que funcionam a partir dessa técnica, podendo automatizar uma série de tarefas, como corte, fresamento, perfuração e esculpimento.

A partir de um programa pré-definido e criado conforme a peça desejada, elas movem as ferramentas de corte com altíssima precisão. Esses equipamentos reduzem custos operacionais e erros humanos, otimizando os processos em todos os âmbitos e agregando excelência ao produto final.

6 benefícios e aplicações do CNC em marcenarias 

Confira alguns dos principais motivos para apostar nessa tecnologia em sua marcenaria:

• Precisão elevada

As máquinas CNC realizam cortes extremamente complexos e precisos, eliminando a margem de erro que o trabalho manual oferece. Detalhes intrincados podem ser reproduzidos a partir de cálculos milimétricos, e de forma muito mais rápida, com um acabamento perfeito. 

Elas também oferecem essa vantagem na hora de perfurar, criando orifícios para encaixe, montagem e para esculpir elementos decorativos delicados. 

• Repetibilidade

Um dos destaques da tecnologia CNC em marcenarias é a capacidade de reprodução em série, criando incontáveis peças exatamente iguais, garantindo qualidade consistente. 

• Eficiência otimizada

Usar máquinas CNC traz muito mais rapidez à produção. O processo todo é acelerado, e atividades que poderiam levar horas são finalizadas em poucos minutos. Isso oferece à marcenaria a possibilidade de produzir muito mais e com qualidade.

• Personalização

O método CNC funciona com programas de computador criados especialmente para cada caso. Peças únicas e autorais podem ser criadas com as máquinas dessa tecnologia. Portanto, investir em CNC não diminui a autenticidade dos produtos e ainda promove a produção em série de modelos exclusivos, atendendo a qualquer necessidade e demanda de clientes.

• Gravação

Os equipamentos CNC realizam também a gravação de texto, padrões, logotipos ou outras categorias de imagem em peças de marcenaria, aumentando as possibilidades de personalização.

• Menor desperdício

Por oferecer extrema precisão, as máquinas CNC também reduzem o desperdício de material. É possível elaborar o corte mais eficiente possível, para otimizar o uso de cada peça de madeira. Isso gera economia em recursos, diminuindo os custos. 

Já conhecia todas essas vantagens?

Se você ainda não utiliza máquinas CNC em seus processos, considere investir nesse equipamento para alcançar um desempenho cada vez melhor!

E, claro, conte com a Promob para estar sempre atualizado sobre tudo o que envolve o setor moveleiro. Além de oferecer soluções, um dos objetivos da empresa é promover e expandir o conhecimento técnico no segmento.

Saiba mais no site!

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas
Marcenaria, Designers e Arquitetos

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas

O mercado moveleiro está em constante expansão no Brasil e o Rio Grande do Sul lidera o cenário. Saiba mais sobre a importância da Promob para esse setor.
Fábricas, Marcenaria

Setor moveleiro: conheça os estados brasileiros que se destacam

Maquina CNC
Marcenaria

CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

plugins premium WordPress

Inscreva-se

Acompanhe artigos, dicas e tutoriais sobre o mercado moveleiro.