Máquinas para marcenaria: 7 itens indispensáveis em seu negócio

Máquinas para marcenaria: 7 itens indispensáveis em seu negócio

maquinas para marcenaria

Possuir bons equipamentos é fundamental para a execução de um bom trabalho, então conheça 7 máquinas para marcenaria que são indispensáveis!

Ao fazer uma seleção adequada, você evita perder dinheiro e garante o aumento da produtividade e da qualidade do resultado dos móveis. Ao mesmo tempo, reduz os retrabalhos e traz praticidade para os seus projetos.

Nesse momento, é preciso ter em mente que existe uma grande quantidade de equipamentos para marcenaria disponível no mercado. Como escolher os melhores? Neste post, vamos mostrar quais são as máquinas indispensáveis e como fazer o controle da compra desses materiais. Confira!

Máquinas indispensáveis em sua marcenaria

Existem equipamentos manuais e automatizados. As duas opções são válidas — tudo depende do orçamento disponível. A segunda opção tem a vantagem de reduzir o risco de erros e falhas, agilizando o processo de produção e conferindo mais eficiência às atividades.

De toda forma, na hora de escolher as máquinas para marcenaria, é preciso saber quais são os processos executados e entender quais são as principais demandas do seu negócio. Além disso, é importante ter algumas dicas práticas em mente.

A seguir, elencamos alguns dos equipamentos considerados indispensáveis nesse ramo. Confira:

1. Corte

Essa é uma categoria que enquadra diferentes máquinas. Todos os itens classificados aqui têm como objetivo garantir um corte preciso. Entre eles, estão:

  • serra rápida para metais;
  • serra curva;
  • serra tico-tico;
  • serra circular, para cortes básicos;
  • furadeira;
  • serra de mesa;
  • serrote;
  • serra esquadrejadeira, que corta todos os tipos de madeira a partir do molde e ainda faz o acabamento;
  • seccionadora, para fazer o corte da chapa.

2. Coladeira

Essa máquina faz a colagem da fita de bordo, aumenta a eficiência do trabalho e reduz a mão de obra manual. Existem dois tipos:

  • manuais: dependem de um operador, mas agilizam o trabalho por eliminarem o processo artesanal. Exigem apenas a limpeza do excesso de cola e o refilo;
  • automáticas: requerem apenas a colocação da peça e sua retirada.

Se você trabalhar com mais de um tipo de cola, considere ter uma máquina com dois ou mais coleiros. Isso simplifica o trabalho, já que é difícil fazer a extração completa do recipiente.

3. Tupia de entrada

É uma máquina que retira uma camada da mesma espessura da fita de borda e mantém a medida da peça. A camada fica entre 1 e 2 milímetros. Sua vantagem é eliminar totalmente as imperfeições.

Por isso, a tupia de entrada tem como objetivo desenvolver um acabamento perfeito nos móveis. Ela é capaz de trabalhar com ranhuras, entalhes, molduras, chanfros, detalhes arredondados e encaixes. Além disso, existem 3 variações:

  • coluna: deve ser operada com as duas mãos e oferece regulagem mais precisa e maior segurança;
  • laminadora: refila laminados;
  • de mesa: fica fixada a uma bancada e permite executar trabalhos de grande porte, como bancadas, janelas e portas. É mais comum em marcenarias.

4. Destopador

É uma máquina que retira o excesso da fita. Existe o modelo simples, que limpa a parte da frente e de trás, e o duplo, que executa o mesmo processo, mas de maneira simultânea.

Além disso, a máquina efetua o corte — também chamado de destopo — adequado nos blocos ou tábuas de madeira. O processo é feito no comprimento da peça e é preciso e reto. Por isso, não é necessário fazer outro procedimento para o acabamento da peça. Existem os modelos manual e corte zero, que são similares, embora apenas o segundo elimine o excesso de fitas de borda das duas extremidades do painel.

5. Refilador

Essa máquina retira o excesso de fita das partes superior e inferior da peça. Por isso, auxilia no acabamento. Tem alta durabilidade e resistência porque conta com lâminas de aço de alta qualidade. Ele pode ser manual ou elétrico. Geralmente, é possível refilar os dois lados de forma simultânea.

6. Raspador

O raspador remove o excesso de cola que fica na parte superior da peça. Precisa estar bem regulado para fazer o trabalho de maneira adequada. Além disso, executa trabalhos de alisamento e de restaurações, realiza chanfros e remove imperfeições.

Também chamado de raspilha, esse equipamento de marcenaria favorece o desbaste fino nas peças de madeira, até mesmo se o veio for complicado ou difícil de regularizar, deixando a peça pronta para a aplicação do acabamento.

7. Polidor

O polidor realiza o processo final com uma bucha de cerdas ou de tecido. Com isso, garante uma peça totalmente limpa.

Materiais: como controlar a compra

Todas as máquinas para marcenaria apresentadas ajudam a fabricar um móvel de alta qualidade, que vai satisfazer o cliente e aumentar a chance de fidelização. No entanto, é preciso fazer o controle da compra dos materiais para evitar desperdícios.

Na hora de projetar móveis, é preciso contar com as ferramentas certas e, ao mesmo tempo, evitar gastos excessivos. Para chegar ao equilíbrio, é preciso considerar que os equipamentos sofrem o impacto de algumas variáveis, como:

  • depreciação;
  • área ocupada;
  • manutenções;
  • componentes necessários à execução do trabalho;
  • consumo de energia elétrica.

Apesar desses custos, a compra de uma máquina é um investimento. Afinal, sem ela, é impossível executar um trabalho rápido e bem-feito. Por isso, mais que analisar o custo-benefício e a eficiência do equipamento, é importante controlar a compra dos materiais por meio de um software apropriado e especializado para marcenarias.

Com ele, você elabora o projeto e produz os móveis de maneira adequada, a fim de alcançar a máxima eficiência. Além disso, uma solução de ponta a ponta oferece uma biblioteca personalizada e regras de produção — inclusive, modulação e modelos construtivos baseado em tendências.

Para garantir o máximo potencial, é preciso que a ferramenta disponha de recursos para projeto, vendas e produção. O resultado é mais eficiência e capacidade de integração às principais máquinas do mercado. Outros benefícios são:

  • redução de custos;
  • aumento da produtividade da marcenaria;
  • geração de informação confiável para a produção;
  • aumento da qualidade e da agilidade do processo de produção;
  • padronização do modelo construtivo, o que permite ampliar a produção sem perder as peculiaridades do trabalho sob medida;
  • facilidade no gerenciamento de clientes e projetos;
  • agilidade na decisão de compra, com potencial para apresentar projetos com realidade virtual.

O ideal é que ainda sejam geradas diferentes informações, para simplificar a gestão das atividades e a compra de materiais. Entre as principais, estão os relatórios de:

  • compra de materiais;
  • fabricação por componentes;
  • fabricação por módulo;
  • separação de almoxarifado;
  • bordas;
  • tamburatos;
  • itens montados.

Ao ter esse controle, você consegue produzir móveis de qualidade e com excelente acabamento, além de evitar desperdícios com as máquinas para sua marcenaria. Todas essas funções estão disponíveis no Promob Start, voltado para marcenarias em crescimento e que precisam investir em sua produção para reduzir o prazo de entrega dos produtos.

Ao unir os softwares e os equipamentos, você garante um layout otimizado para sua marcenaria, o que gera ainda mais eficiência. Com o controle de compras, reduz os gastos e emprega o dinheiro no que realmente importa.

Agora você já sabe quais máquinas para marcenaria são indispensáveis e o que fazer para otimizá-las, certo? É só seguir as dicas, investir nas soluções apropriadas e se surpreender com os resultados positivos!

É isso que você deseja para o seu negócio? Entre em contato com a Promob e conheça mais sobre o Promob Start para entender como a ferramente é capaz de ajudar a sua empresa a atingir novos patamares.

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas
Marcenaria, Designers e Arquitetos

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas

O mercado moveleiro está em constante expansão no Brasil e o Rio Grande do Sul lidera o cenário. Saiba mais sobre a importância da Promob para esse setor.
Fábricas, Marcenaria

Setor moveleiro: conheça os estados brasileiros que se destacam

Maquina CNC
Marcenaria

CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

plugins premium WordPress

Inscreva-se

Acompanhe artigos, dicas e tutoriais sobre o mercado moveleiro.