Segurança da informação: como assegurar dados de seus projetos?

Segurança da informação: como assegurar dados de seus projetos?

Segurança da informação como assegurar dados dos seus projetos

Ter dados descentralizados, conflitantes e espalhados por diferentes locais é um cenário comum em fábricas de móveis e marcenarias. O problema é que os negócios com essas características estão mais sujeitos a exposições e vazamentos, que implicam até em prejuízos financeiros. Para evitar isso, é preciso cuidar da segurança da informação.

Com a digitalização dos processos e o uso de ferramentas tecnológicas, torna-se indispensável atentar a esses critérios de proteção. A ideia é investir para manter a confiança da marca e evitar prejuízos à reputação. Mais que isso, a segurança é uma forma de evitar prejuízos derivados de instabilidades e interrupções.

Para explicar melhor essa relação, por que é necessário proteger seus dados e como fazer isso, neste post vamos apresentar um panorama sobre o assunto. Acompanhe a partir de agora!

O que é segurança da informação?

A segurança da informação envolve diferentes práticas com o objetivo de proteger sistemas e dados de uma pessoa ou empresa. O nível de preservação adotado depende da criticidade das informações e dos potenciais prejuízos causados em caso de invasão.

Por exemplo, em uma marcenaria, os dados de clientes precisam ser protegidos ao máximo. Essa obrigatoriedade existe, inclusive, por determinação da legislação, já que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) começará a valer em 2020.

Ela exige que as informações sensíveis e pessoais sejam armazenadas com cuidado e tratadas somente com a autorização do usuário. No entanto, esse é apenas um dos fatores para garantir a conformidade.

Dados do Fórum Econômico Mundial mostram que as empresas brasileiras perderam 7,2 milhões de dólares em média a cada ciberataque realizado em 2018. Além disso, o nível de maturidade dos negócios privados e públicos fica em 1,45 em uma escala que vai até 5 — portanto, ainda há muito a melhorar.

Para trazer mais preocupação ao cenário, o índice de ameaças mundiais à cibersegurança aumentou 12,5% em 2018, quando comparado ao ano anterior. Isso significa que, mesmo que você ache sua empresa pequena, ela tende a ficar vulnerável. A única forma de evitar problemas é com a segurança da informação.

Qual é a importância da segurança da informação?

A prática de proteger os dados corporativos é fundamentada em alguns princípios. Os principais são:

  • confidencialidade, para que apenas pessoas autorizadas tenham acesso às informações;
  • autenticidade, a fim de evitar mutações nos dados ao longo de um processo;
  • integridade, para manter as características originais;
  • conformidade, com o objetivo de seguir leis, normas e diretrizes;
  • disponibilidade, para garantir acesso quando necessário;
  • irretratabilidade, o que torna impossível a negação de uma operação realizada.

Esses princípios têm como propósito assegurar que a empresa tenha seus dados protegidos contra quaisquer invasores. Além do número de ameaças crescente, especialmente às empresas, ainda existem outros fatores que justificam o investimento nessa prática.

Quais as vantagens de investir em segurança da informação?

Este post já mostrou que você precisa proteger os dados corporativos, certo? Além deles, existem vantagens conquistadas ao adotar essa prática. Sua empresa aumenta a vantagem competitiva e tem mais chance de se destacar perante a concorrência. Outros fatores importantes são os que listamos abaixo.

Garantia de confidencialidade, autenticidade e integridade dos dados

Esses três fatores são a tríade CIA, que contribuem com o planejamento e são o pilar da segurança da informação. O propósito é evitar que os dados sigilosos sejam alterados e garantir que estejam prontos para serem usados quando necessário.

Para garantir isso, é preciso investir em algumas práticas, ainda que sua marcenaria seja pequena. Entre elas, estão:

  • restringir o acesso dos colaboradores aos dados;
  • implementar um treinamento para apresentar as boas práticas, reduzir as falhas e otimizar os processos;
  • definir permissões para modificar ou visualizar arquivos;
  • usar o backup na nuvem, especialmente, para evitar a perda de dados importantes;
  • permitir a restauração de versões anteriores dos arquivos;
  • usar softwares de segurança.

Prevenção a ataques cibernéticos

Os sistemas de segurança da informação — como antivírus, backups, analisadores de tráfego e mais — mantêm os mecanismos de proteção ativos para evitar vulnerabilidades. Eles ainda gerenciam a rede e asseguram a autenticidade das informações.

Mais que isso, é importante investir no treinamento de colaboradores, já que o erro humano é um dos fatores que mais interferem. Isso é percebido pelo uso inadequado de ferramentas, uso despercebido de arquivos maliciosos e desconhecimento das políticas de segurança.

Um dos principais ataques que podem afetar uma empresa é o de ransomware. Esse malware sequestra dados corporativos e impede o acesso dos usuários. Na tela aparece uma imagem solicitando o pagamento de um resgate. Em alguns casos, após o repasse do dinheiro, os arquivos são liberados.

Via de regra, a empresa perde o valor e não tem os documentos liberados. Para entender como isso é importante, basta saber que o Brasil é o segundo país com maior ataque de ransomwares. Representa 10,64% das ameaças globais.

Redução da vulnerabilidade e dos ataques

O número de ataques cresce todos os anos e há grande variedade neles. A empresa precisa se proteger para as diferentes possibilidades, a fim de evitar vulnerabilidades e perdas. Para ter uma ideia, o número de ataques cibernéticos em 2018 aumentou em 95,9%. Foram identificados 120,7 milhões de links maliciosos no período.

Essa situação afeta todos os tipos de negócio. Para marcenarias, o risco é de ter dados de clientes e do negócio vazados, que geram riscos à empresa e à sua reputação. Ao mesmo tempo, um projeto exclusivo pode ser apresentado à concorrência e tirar sua vantagem competitiva.

Melhoria dos recursos necessários

O sistema de segurança mantém os recursos em bom funcionamento, mesmo que o evento negativo seja externo, como em uma enchente ou incêndio. Você evita perdas devido a desastres virtuais ou naturais, por exemplo, pelo uso do nobreak, para evitar problemas com quedas de energia.

Com isso, as soluções permanecem válidas e sua marcenaria consegue utilizar todas as soluções necessárias, sem interrupções. Afinal, você pode perder um cliente se ele chegar para fazer um orçamento e você estiver sem os sistemas necessários para um projeto adequado.

Como garantir a segurança da informação no meu negócio?

Para manter um bom nível de segurança dos dados na sua marcenaria, várias ações devem ser aplicadas. Além de usar a tecnologia a seu favor, é preciso trabalhar as pessoas. Somente dessa forma é possível alcançar bons resultados. Veja a seguir algumas boas práticas.

Aposte na conscientização

Sua empresa precisa ter uma política de segurança. Ela pode ser simples, mas serve para informar os colaboradores do que é permitido ou proibido. Assim, é estabelecido um processo de conscientização.

Gerencie incidentes

Os eventos negativos devem ser solucionados com rapidez. É o caso de uma invasão no sistema ou um desastre natural. Determine qual o prazo máximo para atendimento da ocorrência.

Configure a segurança

Os privilégios de uso e as configurações de segurança devem atender às necessidades da sua marcenaria. Junto a isso, utilize antivírus e outros sistemas que reforçam a proteção do seu negócio.

Use softwares seguros

Os projetos de marcenaria e dados dos clientes precisam ser protegidos, mas você também deve trabalhar com a tecnologia para garantir o bom andamento dos processos. É aí que uma solução de ponta a ponta se torna necessária.

Com um software especializado, como o da Promob, você consegue alcançar todos os benefícios listados neste post e cuidar do seu negócio. Lembre-se de que a tecnologia pode ser uma aliada, especialmente quando o assunto é segurança da informação.

Com o software especializado, você ainda pode executar outras atividades, como a gestão logística. O resultado é o aperfeiçoamento dos processos, o cumprimento da legislação e a conformidade das atividades.

Agora você entendeu por que precisa investir em segurança da informação. Mesmo que você ache isso secundário, essa prática é uma grande aliada para conquistar vantagem competitiva. Para conseguir esse propósito, conte com as ferramentas adequadas.

Então, que tal entrar em contato com a Promob e saber mais sobre nossas soluções? Fale com um de nossos consultores e veja por que vale a pena contar com nossa ajuda!

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas
Marcenaria, Designers e Arquitetos

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas

O mercado moveleiro está em constante expansão no Brasil e o Rio Grande do Sul lidera o cenário. Saiba mais sobre a importância da Promob para esse setor.
Fábricas, Marcenaria

Setor moveleiro: conheça os estados brasileiros que se destacam

Maquina CNC
Marcenaria

CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

plugins premium WordPress

Inscreva-se

Acompanhe artigos, dicas e tutoriais sobre o mercado moveleiro.