Gerenciamento de projeto de marcenaria: 4 dicas essenciais!

Gerenciamento de projeto de marcenaria: 4 dicas essenciais!

gerenciamento de projeto de marcenaria

A marcenaria ganhou destaque nos últimos anos devido ao crescimento dos modelos de decoração personalizada que se popularizaram no Brasil. O trabalho do marceneiro passou a ser mais estratégico e voltado para satisfazer as necessidades de cada cliente. Com isso, um projeto de marcenaria bem-feito pode gerar uma grande repercussão positiva para o seu estabelecimento, e trazer mais clientes para você.

Para atender a essa demanda com qualidade e preços competitivos é preciso estar atento aos seus processos internos. Gerenciar um projeto com eficiência, significa entregar para o cliente um produto bem-feito, com valor adequado, reduzindo perdas e maximizando os seus lucros.

Veja, abaixo, 4 dicas para que conquistar destaque no gerenciamento de projeto de marcenaria:

1. Automatização de processos

O mundo moderno não permite mais que empresas invistam o tempo de seus funcionários na execução de tarefas repetitivas e rotineiras. E isso vale também para a sua marcenaria.

Em um processo manual, o marceneiro desenha o móvel, cria listas de cortes e de furação, prevê o melhor corte para o material, entre outras atividades. É um processo demorado e sujeito a falhas, que faz com que um móvel leve o dobro do tempo necessário para ser produzido.

A automatização permite a criação eletrônica de projetos, que são enviados diretamente para as máquinas após a aprovação do cliente. Neste caso, a fabricação é mais rápida e fiel ao projeto, otimizando o tempo para que você possa prospectar mais clientes para a sua marcenaria.

2. Fluxo de Caixa

O aspecto financeiro é um dos itens mais complexos para serem controlados, em qualquer empresa. De fato, muitos gestores acabam deixando as finanças de lado, o que gera diversos problemas futuros.

O controle do fluxo de caixa pode ser feito por meio de softwares especializados, que permitem a gestão a distância, já que podem ser operacionalizados por meio de dispositivos como celulares ou tablets.

Este tipo de gestão minimiza erros e faz com que você não precise dedicar todo o seu tempo às finanças da marcenaria.

3. Menos maquinário, mais produção

Esqueça aquela enorme parte de máquinas que a sua marcenaria precisava para funcionar. Hoje em dia, o maquinário é versátil o suficiente para que sua produção dependa de poucos itens.

A marcenaria atual está bem equipada se possuir uma seccionadora, uma coladeira de bordas e um centro de furação.

4. Montagem dos móveis

Com as máquinas atuais, é possível produzir peças que já possuam indicação de como deve ser feito o encaixe para a montagem final. Com isso, você poupa um tempo precioso, em uma etapa que costuma ser a mais trabalhosa do processo.

Além de contribuir para a redução de custos e a agilidade no atendimento aos clientes, o gerenciamento correto de projetos ainda transmite uma imagem de organização e modernidade, que são itens fundamentais para garantir bons resultados no mercado atual.

Se você gostou deste post e deseja saber mais sobre gerenciamento de projeto de marcenaria e assuntos relacionados, assine, então, a nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo diretamente na sua caixa de e-mail!

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas
Marcenaria, Designers e Arquitetos

Renderização: aprenda 3 técnicas para encantar clientes e aumentar as vendas

O mercado moveleiro está em constante expansão no Brasil e o Rio Grande do Sul lidera o cenário. Saiba mais sobre a importância da Promob para esse setor.
Fábricas, Marcenaria

Setor moveleiro: conheça os estados brasileiros que se destacam

Maquina CNC
Marcenaria

CNC para marcenarias: como utilizar essa tecnologia no trabalho com madeira

plugins premium WordPress

Inscreva-se

Acompanhe artigos, dicas e tutoriais sobre o mercado moveleiro.